sexta-feira, outubro 29, 2010

O Dragão da Maldade contra a Santa Guerreira-2!!!!



Desde os tempos duros da Ditadura Militar, no pós AI5, nunca a direita e o conservadorismo das classes dominantes brasileiras se uniram em torno de um projeto como nestas eleições. Até o Papa se posicionou para apoiar a candidatura José Serra, (vejam os jornais desta quinta dia 28 de setembro) apelando aos setores obscurantistas que ainda habitam a Igreja Católica para ajuda-lo.

Ao lado dele, vemos a “Oppus Dei” do governador de São Paulo, Geraldo Alckimin, grupelhos nazistas, militares que participaram ativamente da guerra suja da Ditadura, matando e torturando milhares de brasileiros, hoje de pijamas, mas ainda vociferando e tentando agrupar militares da ativa(ainda bem que sem sucesso)para um possível golpe.

Até setores retrógrados direitistas do Judiciário, encarnados em figuras como Gilmar Mendes, do STF e outros de menor porte, mas não menos perniciosos estão engajados nesta campanha. Pensam e articulam como, se Dilma Rousseff, a ex-guerrilheira ganhar as eleições, inviabilizar senão a posse, o mandato dela. Isto sem falar nos sempre direitistas grandes industriais e latifundiários do País todo. Mais os grandes negocistas e ladrões de casaca como Daniel Dantas e outros do mesmo naipe.

Eles incorporaram a grande imprensa brasileira representada pelos grupos Folha, Estadão e Globo, que na verdade sempre os defendeu, mas não tão abertamente como agora. E até no exterior, jornais como o Financial Times fazem campanha aberta para Jose Serra.

A Globo principalmente esquece-se de que seus canais de TV são uma concessão publica e não propriedade da famiglia Marinho. Alias como todas emissoras de rádio e TV do Pais. Por isto têm tanto medo de um projeto que coloque a sociedade para controlar seu conteúdo.E usaram a Internet, um instrumento novo e democrático de comunicação, da forma mais vil e covarde possível.

Antes Lula não assustava

Eles não temiam o Lula no seu primeiro mandato e não se articularam para inviabilizar o governo, crentes de que Lula e seu programa de governo desandariam e faliria por seus próprios meios. Mas fora alguns percalços, o governo, mesmo sem mexer na grande estrutura socioeconômica do País, conseguiu sucesso na gestão da coisa publica e ainda conseguiu distribuir renda, colocando milhões de brasileiros dentro da sociedade brasileira, dando-lhe cidadania e meios de sobrevivência, tirando-os da miséria, enfim.

O governo Lula respeitou os acordos e legados do governo neoliberal de FHC, mas agora isto não basta mais. Lula deu dignidade ao povo brasileiro e respeito ao governo e o Estado brasileiro, que hoje é admirado em todo o mundo. O povo aprendeu logo quem esta de seu lado e já sabe o que quer ou pelo menos almeja isto.

Mas mexeu no tecido social. Hoje milhões de brasileiros tem acesso a uma educação melhor e cada vez melhorando, uma saúde mais democratizada, ainda deficiente, mas caminhando para resolver seus problemas seculares. Porque no Brasil, os pobres até poucos anos só tinham acesso a saúde quando apelava para as Santas Casas de Misericórdia e um ou outro posto de saúde e emergencial. Isto esta mudando.

Ai aparece ela!!!

Mas ai vem Dilma Roussef. Uma administradora publica eficiente e leal, mas que não era uma das estrelas do esquerdismo infantil e debilóide brasileiro. No momento que se exigia contestar e combater a Ditadura, não foi se exilar em Paris, no Chile ou Nova Yorque. Ficou aqui, integrou duas organizações guerrilheiras. Era um quadro importante no esquema de infraestrutura delas, apesar de não ter pego em armas diretamente, estava lá.

Já José Serra, presidente da gloriosa UNE no governo João Goulart, deposto pelos militares, sequer esperou os tanques acionarem suas catracas, para fugir do País e ir para um refugio seguro no Chile. Tai uma enorme diferença que os brasileiros precisam contrabalançar: uma enfrenta a Ditadura e é presa e torturada e outro foge do País ao ronronar do Tigre de Papel (mas que depois mostrou que não era de papel).

Lutou até sua prisão, onde passou três terríveis anos torturada e ameaçada cotidianamente. Saiu da prisão e foi se engajar na luta politica legal e refazer sua vida pessoal e profissional. Militou no PDT do grande brasileiro e combatente da liberdade e do trabalhismo, Leonel Brizola. Depois, achou que o PT seria um instrumento maior e mais eficaz para se fazer politica objetivando o governo e depois o poder, em nome das massas trabalhadoras, intelectuais, artistas e ex-guerrilheiros como ela e para lá migrou.

No governo do PT no Rio Grande do Sul, deu sua contribuição na gestão da Secretaria de Minas e Energia, o que a credenciou para que Lula eleito presidente, a convocasse para ser ministra das Minas e Energia e dali para comandar a Casa Civil do governo e capitanear os principais projetos nacionais. Agora eles temem que Dilma avance mais nas conquistas do povo brasileiro nos últimos 8 anos.

A caminho da ruptura

E avançar mais, assegurando as conquistas e consolidando a democracia e a dando instrumentos para o povo se organizar e pensar nos seus interesses aterroriza a direita. Reestatizar o patrimônio publico doado (a troco de uns trocados) pelos neoliberais agrupados no PSDB/DEMo, estimular a reforma agraria, reestruturar o aparelho do Estado para ele servir ao povo e não os aproveitadores de sempre é aterrador para a direita e a alta burguesia brasileira.

Isto é o caminho da ruptura do pacto social vigente. Um povo organizado e consciente e partidos consequentes, podem nos abrir caminho para a avenida larga do socialismo. Este é o temor de Serra e dos que se juntaram a ele. Preferem uma ditadura pinochetista e sanguinária a qualquer regime que leve o povo ao poder e a prosperidade e a felicidade. Estes os dois caminhos em jogo neste fatídico domingo, dia 31 de outubro.

“MAIS FORTES SÃO OS PODERES DO POVO”
Ultimo grito lancinante de “Corisco,o Diabo louro de Lampião”, ao cair morto crivado de balas por “Antonio das Mortes”, jagunço contratado pelos latifundiários sertanejos para acabar com o cangaço e os últimos resquícios de rebeldia no campo. Cenas do memorável filme de Glauber Rocha, ”Deus e o Diabo na Terra do Sol!

2 comentários:

xaxinha disse...

excelente texto.

Ricardo Alexandre disse...

Luiz, vamos juntos lutar ,contra essa classe que a muito tempo vem ditando as regras ,impostas e mascaradas com uma roupagem de DEMOCRACIA e DIREITOS feitos e preestabelecidos por governantes que lutavam para as pessoas que que usam suas maneiras maquiavelicas para mascarar suas verdadeiras inteções,o governo Lula começou uma revolução ,que para o povo ,troxe melhorias assim como nas revoluções burguesas ,a cada ciclo de governo vemos as transformações da sociedade e a continuidade do governo vai nos levar a um momento melhor.